04dez10 - Comunidade (por Munir Soares)

03/12/2010 19:22

 AUDIÊNCIA PÚBLICA

Começou com temporal, e acabou em goteira. O assalto a mão armada, na mercearia “Ponto Final”, no bairro Mar-Grosso e transmitido pela Internet, causou profundo impacto na população lagunense, foi como se todos se vissem, impotentes, atirados ao chão, à mercê da violência do assaltante. Um movimento em falso poderia provocar uma tragédia. Coisa de cinema, disseram. Povão ficou assustado.

Vereador Everaldo dos Santos (PMDB) solicitou a realização de uma audiência pública, para tratar de Segurança. Ideia abraçada por seus pares da Câmara Municipal. Reunião que aconteceu na segunda-feira (29); foi prestigiadíssima. Presença de todos os edis, oficiais da Polícia Militar, Bombeiros e Polícia Ambiental, delegados de Polícia, policiais civis, etc. Prefeito Municipal, Juiz de Direito, representante da SDR, Secretários de Educação, lideranças comunitárias, da Assim, Associação de Moradores, OAB, Maçonaria, ex-prefeito Cadorin e órgãos de Imprensa, responsáveis pela divulgação do evento.

Lá fora, começa o temporal. Chuva e ventos fortes. Depoimentos das vítimas dos últimos assaltos foram carregados de emoção e revolta, inclusive, com reclamações aos políticos, que aqui levam votos, e que, posteriormente, dão às costas ao eleitorado. Deputado Federal Edinho tomou assento à mesa, dizendo que ali estava em respeito aos votos recebidos dos lagunenses. Propôs a criação de uma Comissão, para tratar do assunto junto aos órgãos superiores da Segurança no Estado. Ficou mais alguns minutos e deixou o recinto. Compromissos.

Com o temporal, a Câmara começou a “fazer água”. Goteiras pingavam do teto, ironicamente, sobre a cabeça do gerente da loja Mormai. Da próxima vez ele que compareça, vestindo roupas de surfistas (neoprene).

A audiência mais parecia uma Sessão Especial da Câmara, com os senhores edis usando da palavra, pedindo questão de ordem, dando apartes, falando de projetos, etc. Muito demorado. Não houve estímulo ao debate, apenas, algumas pessoas que se inscreveram, antecipadamente, puderam expor suas ideias e apresentar suas queixas... Vereador Everaldo, autor do requerimento que originou a Audiência, bateu o martelo. 

___ O que o povo espera de nós é uma solução já, nesta Casa e nesta noite. Aplausos do público.

Pelo andar carruagem, chegaríamos à meia noite, sem qualquer proposição viável. Prefeito Municipal falou que a Guarda Municipal, já está autorizada a atuar no trânsito e andar armada. Não ficamos sabendo quais seriam as outras atribuições da jovem Guarda Municipal. Informou, ainda, sua Excia. Que Laguna, atualmente, com mais de 51 mil habitantes teria conseguido verbas para aquisição de câmeras de vigilância a ser instaladas no Centro Histórico.

Pergunta: 

___ Por que não se instalar, também, câmeras nas chamadas “áreas de risco”?

A goteira, implacável, continuava testando a impermeabilidade do boné do gerente da loja Mormai.

Militares versus edis. O tenente-coronel Barreto, comandante do contingente policial na região de Laguna, foi bem claro:

___ Temos um efetivo de cento e sete, e operando no limite. Muitos deles a caminho da aposentadoria, o que vai deixando o efetivo militar cada vez mais defasado. Não temos gente para fazer ronda, a pé, pelos diversos cantos da cidade. Sem solução a curto prazo.

Em seguida, aquele oficial apresentou dados estatísticos sobre ocorrências nos últimos três anos, concluindo que a Segurança em Laguna, não está pior que Tubarão, Navegantes e outros municípios.

___ Estamos lidando, ainda, com “ladrões pés de chinelos”...

Vereador Orlando Rodrigues reagiu com veemência:

___ Assaltante como aquele que vimos no vídeo não pode ser considerado “ladrão pé de chinelo” e as estatísticas da Polícia Militar não são reais, visto que 70% das vítimas não apresentam queixas.

___ Falha dos cidadãos, retruca o Oficial.

Indagação: 

___ Os “BOs” registrados na Polícia Civil constam da relação estatística da Polícia Militar?

O debate ficou tenso com o Oficial dizendo, que ficava difícil comentar discurso demagógico... Everaldo intervém: 

___ O que a sociedade pode esperar da Polícia nos próximos dias, com a realização do Moto-Laguna?

___ O mesmo de ontem e de hoje, não podemos fazer milagre nem “xerocar” policiais.

___ O senhor não pode solicitar mais homens? 

___ Os dados estatísticos não me fornecem argumentos para tal, mas cabe a sociedade, através de seus organismos vivos, reivindicar junto à cúpula da Polícia Militar no Estado. O Militar não enrolou.

 

PAPO DA GALERA

___ Pelo que entendi o contingente militar de Laguna, está ficando “velhinho”...

___ Parece, que na Polícia Civil, a coisa não é diferente, veja o caso do Comissário-investigador Nelinho, acaba de chegar à Câmara, capengando, de bengala...

PINGADO Vinte e três horas. Alguns tomam um cafezinho. Antes que o comerciante Keek conseguisse tomar sua rubiácea, foi agraciado com um pingo da goteira legislativa. Foi o único a tomar um café pingado...

RESUMO da audiência pública sobre segurança. Comissão local deve reunir-se com Secretário de Segurança já na próxima semana e, possivelmente, com Governador Pavan, no início do mês, em Laguna. Comerciantes e moradores da praia do Mar-Grosso farão reunião no QG da Polícia Militar. Somente uma ação conjunta pode inibir a ação dos marginais.

 

A REPÚBLICA

Foi no sábado passado quando vimos, no ponto de ônibus, ao lado da farmácia Flávia, uma figura estranha, recém saída dos livros de História. Parecia Domingos de Brito Peixoto, o fundador da cidade, esperando carona. E, era. O ator Tiago Santiago, caracterizado, aguardando o momento de entrar em cena na peça “República em Laguna”. Parecia preocupado com os rumos da “República”. A “República”, apesar dos percalços financeiros e dos adiamentos, foi sucesso de público. O espetáculo já provou que tem potencial capaz de se transformar num evento de atração nacional, desde que consiga o apoio merecido e seja administrado com profissionalismo. Primeiro passo: Conseguir um espaço próprio, à beira da lagoa, onde possam construir de forma permanente, a cidade cenográfica, inclusive, construindo cais e marinas de modo a aproximar do público a batalha naval, com seus maravilhosos “efeitos especiais”. Este ano a escaramuça náutica ficou mais distante do povão.

 

TREPA OU NÃO TREPA 

Jairo Barcelos, diretor e produtor da “A República” este ano, também, teve problemas com a atriz Adriana Birolli (Anita Garibaldi). Na última hora, a menina fez beicinho, e negou-se a montar no garanhão, conforme previsto em contrato. Dizem que Jairo exigiu cumprimento das cláusulas contratuais. 

___ Ela vai montar, nem que seja na “cacunda” do FENEMÊ.

No domingo a dengosa, meio emburrada, deu seu passeio no lombo do cavalo.

 

OUTRAS NOTÍCIAS DA TERRINHA

 

HOSPITAL PODERÁ DECRETAR FALÊNCIA

Hospital Senhor Bom Jesus dos Passos continua na UTI Financeira. O último diagnóstico aponta para um quadro desesperador. Se não houver uma imediata transfusão de sangue (real), o paciente deverá ficar em coma induzida, até o desenlace fatal. Alguns médicos já acenam para a Decretação da Falência do hospital da Laguna.

Além do Poder Público é indispensável o apoio e a solidariedade do povão ao autorizar na Conta de Luz sua contribuição em favor Hospital. Qualquer que seja o valor, o importante é que todos participem. Pouco, com Deus, é muito. A coisa é séria! Depois não adianta cantar “Salve Regina”.

 

BURACO NATALINO

Estou com vergonha daquele buraco no calçadão do Centro. Acho que vou tapar o dito cujo, com algum Papai Noel.

 

CHÃO BATIDO

Ninguém consegue mais trafegar pela Rua Gustavo Richard (trecho entre a rótula e a esquina com a Tenente Bessa). Nem a pé e nem de carro. Os comerciantes dessa “Faixa de Gaza” deveriam, em forma de mutirão, retirar todo o paralelepípedo. Trafegar em rua de chão batido é melhor que enfrentar aquela buraqueira. Prefeito Célio afirma que as obras de saneamento (esgoto) a cargo da Casan vão furar todas as ruas, por onde passarão os canos, por isso não vale à pena repavimentar o Centro Histórico. Verba já assegurada, disse ele. Pergunta? Quando a Casan iniciará as obras? 

___ Não esqueçam que a Casam vai trocar de comando. 

 

POLÍTICA

COMPLEXO DO “ALEMÃO”

A disputa é grande. Desde a vitória de Raimundo Colombo (DEM) em outubro, que se trava uma terrível “quebra de braço” por espaço no novo governo. Briga de cachorro grande entre as lideranças da Tríplice Aliança. O Serviço de Inteligência do PSDB e PMDB ao montar o quebra-cabeça detectou a formação do Complexo do “Alemão” em torno do governo Colombo, com o DEM ocupando as Secretarias da Fazenda, Agricultura, Desenvolvimento Econômico, Comunicação, Casa Civil, SC Parcerias, BRDE a poderosa Celesc e a presidência da Assembleia Legislativa.

PSDB e PMDB com seus tanques de guerra conseguirão penetrar nesse complexo?

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!