09abr16 - Orleans: Ex-secretário retorna à Câmara e é bombardeado por empréstimo de máquina para festa particular

08/04/2016 09:51
O ex-secretário de Infraestrutura, Udir Luiz Pavei (Dija) retornou à Câmara na noite de segunda-feira (4). Na ocasião Dija recebeu duras críticas de seus pares e teve que explicar porque a prefeitura emprestou máquinas para a festa dos 10 anos do Filé Miau, que será realizada no dia 23 de abril próximo. O vereador João Tezza Francisco (Dão) levantou o assunto. “As máquinas da prefeitura estavam lá trabalhando para esta festa particular, onde se vende uma camiseta por R$ 140,00. Isso é festa para rico não é para pobre. Se ao menos o pátio fosse explorado por alguma entidade, creche, ou a APAE eu até concordaria. Agora eu não admito é que numa festa particular a prefeitura coloque as suas máquinas para trabalhar. Isso não sou eu que estou dizendo, está na internet. As máquinas estavam lá e são da prefeitura”, afirma Dão. Dija Pavei confirmou que a administração do Dr. Marco realmente colocou suas máquinas a disposição dos proprietários. “Nunca deixamos de atender a Festa do Colono, do Motorista, embora no meu entendimento nós tenhamos que ter um local para fazer essas festas. A Filé Miau não é uma festinha particular e para gente rica, como disse o vereador, é um evento que está no calendário do município. É por conta desses pensamentos que nós não temos mais em Orleans a Festa das Frutas, e nem o evento do Motocross. Essa festa é realizada pela décima vez, faz parte do calendário de Orleans. Temos também que pensar em nossa juventude, assim os jovens não vão para Braço do Norte, Urussanga, Lauro Müller, correndo perigo, já que a festa é realizada aqui em Orleans. Para o local da festa foi uma patrola, um equipamento que ninguém tem e não se aluga, para arrumar um acesso que a polícia militar pediu, pois poderá acontecer um acidente, já que o movimento será grande, cerca de 3 mil pessoas devem comparecer no local. Além do mais essa festa traz recurso para o município, como o Alvará que foi pago, o ICM das bebidas, trabalho de guardas, limpeza e tudo mais”, argumentou o vereador da situação. Em meio a este imbróglio o vereador Osvaldo Cruzetta (Vá) também não concordou com a situação.  “Eu não sou contra o empréstimo dos equipamentos, a juventude precisa de um local para divertimento, agora, o que eu não posso aceitar é que outras famílias como, por exemplo, os moradores do loteamento do Rio Pinheiros sejam penalizados, já que não conseguem mais sair de casa, devido ao estado precário das estradas e a prefeitura não passa a patrola lá. Então como a prefeitura atende esse pessoal da festa, é justo que também ajude essa localidade”, ressaltou. Dija alegou, no entanto, que ‘nesse loteamento o atendimento por parte da prefeitura ainda não foi feito porque a ponte de acesso não está em condições de passar com equipamento pesado. Mas já está mapeado para resolver’, acrescentou.     
 
Vereador Dão: As máquinas da prefeitura estavam trabalhando para uma festa onde se vende uma camiseta por R$ 140,00

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!