13fev16 - Tubarão: Chafariz da Zófa é uma vergonha

12/02/2016 08:46
Um dos cartões postais mais bonitos da cidade azul - a Praça Luiz Pedro Medeiros, de Oficinas, a “praça da Zófa” como é carinhosamente conhecida, tem em seu imponente chafariz, sobrados motivos de problemas e queixas. Apesar de ser o maior bairro de Tubarão, oficinas segue esquecida pelo poder público. Não é de hoje que a água imunda, além do aspecto horroroso estampa uma porta para a transmissão de doenças como a dengue, zika e chikungunya, e isso incomoda os moradores. O prefeito Olávio Falchetti (PT) em 2013 visitou a praça da Igreja Matriz de Oficinas, e vistoriou as condições do chafariz. Três anos se passaram desde então e nada foi feito. O acúmulo de sujeira segue atraindo insetos. O vereador do PT, Paulo Henrique Lúcio (Paulão) chegou até a fazer encontros com a comunidade e a Paróquia São José Operário a fim de discutir o reaproveitamento do local. O primeiro aconteceu em maio de 2014, no prédio da Sasco em Oficinas, envolvendo membros da prefeitura e moradores do bairro. “A restauração da Praça de Oficinas, é uma grande preocupação. Temos que pensar num projeto que contemple um novo modelo de praça”, disse Paulão na época. “Nesse primeiro encontro ficou acordado com o arquiteto da prefeitura a apresentação de dois projetos, um com banheiros e o chafariz, e o outro sem o chafariz, para que a decisão seja tomada em consenso com a comunidade”, disse o vereador do PT, há dois anos. Paulão ainda esclareceu que depois do projeto pronto e aprovado a prefeitura tentaria fazer parcerias com empresas como a Rede Ferroviária, Tractebel e Thermosystem. Tudo não passou de balela. O professor de caratê, Valdir dos Santos, irritado com as condições do local, postou essa semana em seu facebook foto com comentários a respeito. “Hoje graças ao descaso do poder público pela comunidade de Tubarão este Chafariz de Oficinas serve só para criar mosquitos, se não der para recuperar que se encha de terra e plante flores”, argumentou. Outros internautas também comentaram a situação:
 
... Fabiano Marques Olávio: Ainda não mandou encher de pedras como fez com o chafariz do centro?
... Lisa Sousa: Credo que nojeira, é um abandono, o que adianta cuidar ao redor de casa com esse chafariz, criando mosquitos?
... Valdeni Carara: Nesta cidade tudo funciona bem nos primeiros meses, depois serve para mendigos e populares tomarem banho e hoje criadouro de mosquitos.
... Tatiana Callegari Volpato: Isso é um perigo quando tanto se fala em Zika, Dengue, entre outros... É mais que necessário tomar providências.
... Dayane Ramos: Vergonha.
... Cristiano De Souza Valentim: Nesse chafariz, mais a quadra de esportes, banheiros, foram gastos aproximadamente 320 mil reais, nosso dinheiro, que hoje está abandonado.
... Sydney Rosa Filho: E achavam que vinha o salvador da pátria? DecePcionanTe!
... Lucia Borges: O PT é a praga do Brasil, é pior que este mosquito, acho até que são primos. Esquecerão a sigla que representava o trabalhador? No centro também tinha um chafariz e Olavo colocou pedra e na Praça de Oficinas se a licitação for para sua firma vai colocar pedra também. Saudade do Dr. Manoel foi no seu governo que fez este Chafariz. Muitos Tubaronenses e turistas bateram fotos, era lindo. Mas, não cuidaram e deixaram destruir. Essas autoridades do município têm é que arrumar emprego em Brasília.
... Juliano Corrêa: O prefeito como pessoa é ótimo, não faz mal pra ninguém agora como administrador não dá nem pra dar zero que vai ficar devendo, não só ele, os seus assessores devem ser bem piores, uma vergonha, Tubarão pequena como é, era pra ser um brinco de linda e organizada, na minha opinião, claro. 
...Fábio Marques da Silva: Já sugeri em outra ocasião, se acham caro manter, deixem ligado apenas em datas comemorativas, na semana anterior e um dia após. Assim exige menos dos mecanismos. Parado como está, o mosquito da dengue é quem agradece.
 
Chafariz de Oficinas segue esquecido pelo poder público
 
 
Em 2013, o prefeito Olávio vistoriou as condições do chafariz, acompanhado do vice-prefeito, Akilson Machado, do secretário de Urbanismo, Vânio de Freitas Junior, e do arquiteto da pasta Diego Moraes, três anos se passaram e nada mudou
 
 
Valdir dos Santos: “Assim era nossa praça. Saudade!”

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!