14maio16 - Tubarão: Omissão da Prefeitura irrita vereadores

13/05/2016 10:26
O tema levantado pelo vereador Carlos Zamparetti, na sessão da Câmara de Vereadores de Tubarão, na segunda-feira (9) sobre um recurso conseguido pelo edil e ainda não utilizado pela prefeitura para pavimentação de rua na Guarda teve pronunciamentos de vários edis. O presidente da Casa Legislativa, Edson Firmino (PMDB), iniciou o debate. “Eu, o Zamparetti, o Jairo, acho que até o vereador Eraldo conseguimos as chamadas emendas, que são recursos que os deputados destinam das verbas estaduais. No meu caso foram recursos para pavimentação de quatro ruas, uma no Andrino, outra no Passo do Gado e duas na Passagem. Estou preocupado, pois a gente está tratando isso nos bastidores desde dezembro do ano passado e até agora a prefeitura não viabilizou nada”, comentou. Jairo Cascaes (PSD) disse que apesar de não ser do seu feitio polemizar qualquer situação, não pode deixa de se preocupar com as pendências da prefeitura junto ao estado, que pode inviabilizar totalmente esses convênios. “Aproveito que o vereador Paulão se colocou a disposição para fazer essa intermediação entre o vereador Zamparetti e a prefeitura, acho que é o momento oportuno para nós também pedirmos essa colaboração. Eu quando assumi a prefeitura fui buscar junto ao governo do estado emenda parlamentar sem contrapartida, ou seja, valor integral das obras, mas infelizmente nós já estamos no meio do mês de maio, daqui a pouco vai entrar o período eleitoral e nós não conseguirmos conveniar os recursos. Tenho duas ruas que foi buscado recurso, que não vai ter nem 1% de contrapartida, a prefeitura fez o projeto, apresentamos o projeto, já foi descentralizado, está na SDR para ser conveniado, e a prefeitura hoje não pode estar conveniando porque existem pendências junto ao estado, de prestação de contas”, lamentou Cascaes. O vereador relatou que ainda há possibilidade de reverter a situação. “São coisas poucas que faltam para regularizar junto a SDR, não são negativas, são algumas pendências de acertos de prestação de contas de outras ruas que foram feitas”, salientou. Cascaes sustentou que os recursos para essas ruas, já estão descentralizados, o pré-convênio já está na ADR esperando apenas a habilitação da prefeitura. Com essa informação o vereador Carlos Zamparetti entendeu porque que até agora não saiu a pavimentação da rua da guarda. “Agradeço a informação que o vereador Jairo Cascaes trouxe, assim começo a entender porque a rua lá da Guarda não está saindo. O município está devendo para o estado. É melhor do que as respostas que o prefeito está dando até agora”, ironizou o parlamentar. Nilton Campos disse não entender como é que o município não consegue utilizar recursos totalmente sem contrapartida e ao mesmo tempo quer iniciar obra de R$ 10 milhões sem ter posses.  “Está na hora de ter um pouco de bom senso, usar a responsabilidade e tentar resolver aquilo que tem que resolver de verdade, porque senão nós vamos ter um município totalmente inviabilizado”, registrou. 
 
Jairo Cascaes: “Pré-convênio para pavimentação de ruas, sem contrapartida da prefeitura já estão descentralizados na ADR, só aguardando a prestação de contas da administração petista"

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!