14nov15 - Orleans: Prefeitura vai gastar em publicidade o equivalente a 15 casas populares

13/11/2015 08:36

Mesmo com as constantes reclamações do prefeito de Orleans, Marco Cascaes da falta de recursos, a Prefeitura vai gastar com publicidade R$ 600 mil. Em contrapartida, de acordo com alguns vereadores, áreas consideradas essenciais tiveram redução de gastos. Na última segunda-feira (9), os ânimos dos parlamentares de oposição que continuam cobrando do prefeito, transparência com o dinheiro público, estavam exaltados, durante a sessão ordinária da Câmara de Vereadores. Cristian Berger (kiki) fez um duro pronunciamento na tribuna, cobrando respostas do gestor. “Vi no site da transparência, dois contratos da prefeitura municipal no valor de R$ 600 mil para publicidade, claro que ela (prefeitura) tem que fazer divulgação dos seus trabalhos dentro de um limite, mas não com empresas de fora de Orleans, aliás, uma empresa que eu nem sei de onde é. Com R$ 600 mil daria para fazer 15 casas populares, e eles vão gastar tudo isso em publicidade?”, questionou Berger. Para o vereador João Tezza Francisco (Dão) é inadmissível que a prefeitura tenha um gasto tão alto com comunicação se comparado aos investimentos na Saúde. “Quando vem a Rede Feminina de Combate ao Câncer é repassado R$ 1 mil por mês para eles fazerem o trabalho que fazem. Desses R$ 600 mil, são R$ 400 mil pela prefeitura e R$ 200 mil pela Saúde, se dividir isso por 14 meses, de novembro agora até dezembro de 2016, dará um repasse de R$ 43 mil por mês para imprensa, e para uma imprensa lá de Criciúma que não se sabe onde é que vai gastar esse dinheiro. O que deixa a população indignada são esses fatos: Se precisar de um remédio não tem, vai no postinho fazer curativo não tem gaze e ai vem uma despesa dessa de R$ 600 mil?”, comparou Tezza.  Nas explicações pessoais os pronunciamentos dos vereadores Osvaldo Cruzetta (Vá) e Cristian Berger se basearam no fato da administração municipal contratar uma agência de propaganda de Criciúma. “Foi feito um processo licitatório e a vencedora foi uma empresa de Criciúma no valor de R$ 600 mil para publicação dos atos do prefeito e do executivo. Eu acho um absurdo esses valores, inclusive R$ 200 mil que seriam recursos da saúde, tirando muitas vezes o atendimento que a nossa gente precisa, e não tem. Eu acho injusto isso. Hoje recebi ligações de que o Posto São Roque não tem atendimento médico, parece que é uma vez só por semana com 13 consultas agendadas, é muito pouco. O atendimento é precário na saúde enquanto se gasta com imprensa um valor absurdo”, criticou Vá. Kiki Berger reforçou: “Não sou contra a imprensa, só que em minha opinião é um valor alto diante da situação do país e vendo que outras prefeituras andam reduzindo os custos”, disse o parlamentar. O nome da empresa é DMPA Comunicações, o objetivo é contratação de agência de propaganda e publicidade para prestação de serviços de publicidade e propaganda, correspondente ao estudo ao planejamento, a constituição, concepção, criação, execução interna, intermediação e supervisão da execução interna e distribuição de campanhas de publicidades aos veículos e demais meios de comunicação. 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!