14nov15 - Orleans: Secretário de Administração diz que não vai precisar da Câmara no ano que vem

13/11/2015 11:50

O vereador de oposição, Osvaldo Cruzetta (PP) na tribuna da Câmara, em sessão de segunda-feira (9), solicitou a presença do secretário de Administração de Orleans, Eduardo Bertoncini, para prestar esclarecimentos sobre o orçamento da prefeitura para o ano que vem que está estipulado em R$ 72 milhões. “Esse ano foi uma execução de R$ 60 milhões, fazendo as contas para o ano que vem são R$ 6 milhões mensais de orçamento”, disse o ex-prefeito Vá pedindo uma análise melhor do assunto nas comissões da câmara. “Nós temos aqui na Casa pessoas especializadas e técnicas, o próprio presidente do legislativo que é professor nessa questão de orçamento e planejamento, lembrando que ano que vem é um ano político e o próprio secretário de Administração disse na imprensa que não vai precisar da câmara no ano que vem. Daqui a pouco manda para cá um orçamento extrapolado, fora da realidade. Alerto as comissões para se debruçar sobre esse assunto, fazer um orçamento o mais justo possível, dentro da realidade do nosso município e não um orçamento extrapolado como muitas vezes vem para essa casa”, detalhou o vereador. O poder legislativo é o órgão fiscalizador do executivo. É dever de cada vereador fiscalizar e cumprir as metas estabelecidas pela lei de responsabilidade fiscal. “Como é que agora vão ignorar a Câmara de Vereadores e dizer que não se precisa de vereador? Eu acho que o secretário foi injusto nas suas colocações”, disparou Vá, deixando uma sugestão aos seus pares. “Nós deveríamos convocar o secretário de Administração, para um debate nesta Casa. A fim de esclarecer os fatos. Há muitas dúvidas nas aplicações dos recursos. Eu deixo aqui essa ideia, na próxima sessão poderemos entrar com uma indicação para que o mesmo seja convocado, não é convidado, é convocado, para prestar esclarecimentos a todos nós sobre diversos assuntos, já que quando nós vereadores solicitamos as informações elas não vêm completas. Vamos debater frente a frente”, completou o parlamentar.  

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!