19fev11 - Cricri (por Salmon Flores)

18/02/2011 17:14

 Laguna I

Nunca se viu na história de Laguna algo parecido. Na Câmara de Vereadores a busca pelo poder, a presidência da Mesa Diretora é algo por demais guerreadas. Em menos de seis meses seis presidentes. Lá o bicho ta pegando, mesmo. Entenda bem. Até o dia 31 de dezembro o presidente era o vereador Deyvisonn da Silva de Souza (PMDB) mas, quem deveria assumir era o Everaldo dos Santos, eleito em agosto. Grupo liderado por Tono Laureano e Ronaldo Kfouri (que foi afastado das funções de vereador pela Justiça Federal por irregularidades cometidas anteriormente quando secretário do executivo) contestou judicialmente e acabaram com a outra eleição. Kfouri tentou dar golpe de estado, mas não tem forças porque, deve à Justiça. Estava vereador por força de liminar.

 

Laguna II

Com o afastamento de Kfouri assumiu a vice, a Nega. Mas, o juiz Maurício Fabiano Mortari, ao ver todo esse engronhoso processo, mandou fazer outra reunião. Falam que uma oficial de Justiça foi intimá-la no Porto, onde trabalha e ela tentou escapar pela janela e levando um tombo quando era colhida com uma empilhadeira. Foi para o hospital e teve de acatar a decisão do juiz ou marcharia com R$ 30 mil. Sem o apoio de Tono Laureano, que ainda tenta se restabelecer da “quase” prisão por desobediência a mandado judicial por não pagar cestas básicas a uma parente a quem estava ameaçando. Nega teve de convocar a sessão ordinária que vai ter a nova eleição da Mesa Diretora. Olha... Daria um filme. Cômico ou trágico não sei... Mas que a sessão de segunda-feira (21) deve ser muito prestigiada, isso vai.

Orleans I

O vereador Antonio Dias André, o “Geada”, foi à tribuna na Câmara de Orleans dizer que a luta pela pavimentação da SC-440, que liga Pedras Grandes-Pindotiba-Orleans e que faz parte do projeto da rodovia Serra Mar, continua. Pediu o apoio da imprensa e esclareceu que não pararam o movimento o qual capitaneia. Promete encontro com o responsável pelo Deinfra, o ex-prefeito Paulo Meller, para que a licitação assinada

pelo ex-governador Pavan, em 24 de novembro do ano passado, seja ratificada por Raimundo Colombo. O vereador Osvaldo Cruzetta, o “Vá”, somou-se à  luta e parabenizou o colega de plenário.

 

Orleans II

O vereador Osvaldo Cruzetta, o “Vá” ficou indignado na sessão da Câmara de Orleans segunda-feira (14) quando o prefeito Jacinto Redivo, o “Tinto”, pediu a retirada do projeto que propõe a concessão de bolsas de estudos para a Unibave, destinada a alunos carentes. Autor da Lei que previa esse repasse de 1%, Vá quer saber do prefeito se a

escolha dos alunos continua com a Unibave, como é feito com os candidatos inscritos no artigo 170. Está intrigado como será feita a reposição.

 

Orleans III

A presidente da Câmara de Orleans, a vereadora Lela Padilha mostrou pulso forte e não foi na boa conversa do tucano Mário Coan. Sua missão dentro do Legislativo é de cumprir o regimento. Ocorre que Mário foi vital na conquista da Presidência. Logo... Que se proponha a mudança do regimento então. Se os vereadores acharem justo, aprovem. Se o tempo for dois minutos, que se amplie para quatro com mais um de tolerância. Existem temas que obrigam ampliar a discussão. Mas a Lela está certa em fazer cumprir o regimento. O Coan é inteligente e todos podem adequar essa tolerância. 

 

Mudo

Parece que na última sessão da Câmara de Vereadores de Orleans, a situação, os que defendem o prefeito Tinto, ficaram mudos durante todo o tempo. O meu amigo da bolacha foi um. Mesmo o prefeito recebendo alguns ataques da oposição, sequer deu um pio durante a reunião. Talvez tenha achado que os comentários sobre a falta de atenção da administração Tinto/Lussa estejam corretos. Se mudar o foco agora, pode até buscar uma reeleição. Eu disse se mudar.

 

Vergonha

O Alvará de Funcionamento do Jornal A Critica, que é pago todos os anos, venceria em 31 de março. Como os governos federal e estadual, só incluem em mídias oficiais, empresas/veículos com os impostos em dia, somos obrigados a antecipar o pagamento junto a Prefeitura, todos os anos. Até ai tudo bem. Um esforço a mais, até porque, não podemos fugir desta obrigação legal. Mas, ai começa a burocracia, falta de respeito, uma espécie de picaretagem oficial. Você paga taxa de expediente,  de bombeiro, de fiscalização, de funcionamento, etc... Vai no 7° andar do Center Park, lá é bem atendido, retira a negativa, que ao contrário da federal que vale por seis meses, a municipal só vale por três meses. De lá você vai  ao lado do Parque de Máquinas, para gerar o Alvará. Lá você espera um pouco de tempo, novamente é bem atendido, mas informado que existe um impedimento, a vistoria dos bombeiros. E ai começa o cansaço. Você liga, eles mandam entrar num site pra lá de complicado, preenche um monte de dados, para depois ficar aguardando a visita de um soldado. De Kombi ele vai a sua casa, da uma olhadela no local, tudo certo, tudo novo, emite um protocolo de funcionamento, como indeferido, com uma recomendação de que a empresa deve comprar um extintor. Feito isso e de posse da NF, tenho que me dirigir aos Bombeiros, para que seja feito um desbloqueio e meu alvará possa ser gerado. É muita abobrinha para uma empresa pequena, com quatro computadores, sendo três em funcionamento e um às vezes. Esse zelo deveria existir contra centenas de outras empresas, muitas das quais funcionam sabe-se lá como. Vou tratar de investigar isso para voltar ao assunto. Pergunto aos senhores que mandam na cidade: Como é que essa cidade vai crescer com tanta burocratização? Meu Deus, eu estava apenas renovando meu Alvará de Funcionamento. Gostaria muito de apoio de parte de nossos vereadores. Como eu, quantos devem estar sofrendo e perdendo tempo com isso. Sou amigo do Major Moisés de longa data, mas pergunto: Os Postos de Saúde possuem vistorias? Dezenas de bares funcionam com vistorias? Prédios em desconformidade, sem os padrões, sofrem vistorias? Dizem que o Farol Shopping estaria fora dos padrões, o novo Prédio da Pró-Vida, o Tempero Brasileiro, e comentam que até o prédio onde funciona Procuradoria, está construído irregularmente. Aqui na rua Altamiro Guimarães um cidadão está construindo um prédio de esquina próximo a Santo Anjo, totalmente irregular, mas eles nada fazem. Poupem-me!  

 

Diretor Distrital (1)

O ex-presidente da CDL - Câmara de Dirigentes Lojistas de Tubarão, Walmor Jung Júnior, é mais um dos tubaronenses que entram para o rol das figuras ilustres de Santa Catarina. Ontem à noite (18), na Associação Catarinense de Medicina, tomou posse como diretor distrital da FCDL - Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina. Ele foi eleito em novembro do ano passado, por aclamação em mandato que

vai até 31 de dezembro do próximo ano. Walmor coordenará o 26º Distrito composto pelas CDLs de Tubarão, Jaguaruna, Laguna, Imbituba, Capivari de Baixo e Imaruí. 

 

Diretor Distrital (2)

Walmor Jung Junior deixou saudades ao deixar a nossa CDL, mas sempre está junto das lutas da comunidade tubaronense. Como diretor distrital será pessoa de vital importância para o crescimento do movimento lojista em sua área de abrangência.  Ele tem uma das mais elevadas atribuições, pois é integrante do Conselho Nacional de Representantes da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas. Na função, sua

atribuição será de prestar assistência as CDLs e ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), além de estimular a criação de novas CDLs e de participar das reuniões da FCDL/SC, entre outras atribuições.

 

Câmara de Laguna

Está uma verdadeira polêmica e engronha a questão da Mesa Diretora de Laguna. O cargo, praticamente está vago e o Legislativo de mãos atadas. Mas, nesta segunda-feira, se não houver mais uma ação da Justiça, pois tem sido visto um celeiro de mandato de segurança e liminares, teremos o novo presidente daquela Casa. No páreo, por enquanto falam que Everaldo dos Santos vai ratificar o que já havia ocorrido em agosto. As chapas devem ser apresentadas até as 17h30min de segunda-feira (21). Segundo Celso Fernandes a sessão poderá ser acompanhada via internet, no site da câmara.

 

Câmara de Laguna

Pois, falando em ações na Justiça a coisa anda feia mesmo lá por Laguna, mas para os vereadores Ronaldo Siqueira Kfouri e para a Jussalva da Silva Mattos, a "Nega". O Kfouri, com problemas de improbidade administrativa enquanto estava como secretário de governo, foi afastado da Câmara pela Justiça federal. Pela segunda vez. Na primeira conseguiu retornar, pediu recurso e não foi aceito e em seu lugar entra o Aderbal Moreira, que já assume na segunda-feira (21). Já a Nega, tem um processo por compra de votos, aliás, trocou votos por medicamentos, segundo interpretou o juiz de Laguna, Maurício Mortari e a relatora do TSE, ministra Cármen Lúcia. Entrou com recurso para

permanecer no cargo, mas pode ser cassada mesmo nos próximos dias. Sua última esperança está no Supremo Tribunal Federal. Mas, pelo Superior Tribunal Eleitoral não tem mais volta. Ela permanece vereadora até o caso ser julgado do STF.

 

Câmara Tubarão

Está uma guerra jurídica a questão da mesa Diretora da Câmara de tubarão. depois do advento da cassação de Maurício da Silva, por improbidade administrativa ao exercer dois cargos públicos ao mesmo tempo, começou as brigas dos Joãos. João Fernandes e João batista de Andrade. E olha que os dois pertencem ao mesmo ninho. O dos tucanos.

Ambos estão no PSDB. Briga de foice prá lá e prá cá. Coisa de louco. Mas acho que o bom senso prevalecerá e no diálogo, com discussão no campo das ideias, a coisa entra no ritmo normal e a escolha certa sai mesmo na segunda-feira (21).

 

Padre Sérgio

Ontem conversei demoradamente com o Padre Sérgio Jeremias. Chove todo o dia nos últimos 15 dias. Parou um pouco na quinta-feira (17), mas ontem novamente um dilúvio. A estrada que ligará Santa Albertina e que vingará de vez o Turismo Religioso está sendo executada. Prejudicada pelas Chuvas, vem sofrendo retardo na execução das obras. 

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!