22jan11 - Comunidade (por Munir Soares)

21/01/2011 19:16

 A TEMPORADA DE CAÇA CONTINUA

Mesmo com a matilha à solta, os vereadores da Laguna continuam no mato sem cachorro. Muita gente está na mira da Justiça. Cassar ou não cassar, eis a questão. Eleição da Casa foi antecipada de setembro de 2010 para agosto. Vereador Everaldo foi eleito presidente. Oposição entra na justiça, e consegue liminar, impedindo posse dos eleitos no dia 1º de janeiro de 2011. Edil Ronaldo Kfouri, mais idoso, assume o comando do legislativo e, na mesma sessão, após o recesso regimental convoca uma nova eleição da Mesa Diretora. Kfouri presidente e Jussalva Mattos, vice.

Ação Popular tenta invalidar referido pleito. Pedido de liminar é negado. Kfouri, de caneta na mão, exerce seus poderes constitucionais, nomeando e exonerado servidores, até que a Justiça Federal levanta a lebre, e acerta no Kfouri, que fica impedido, provisoriamente, de exercer seu mandato de vereador e, em conseqüência disto é obrigado a afastar-se da presidência do Legislativo Lagunense. Jussalva Mattos, vice-presidente, cumpre o Regimento. Toma posse, e afasta Kfouri, que continua na folha de pagamento da Casa.

O imbróglio continua. Ainda não foi julgado o mérito da ação interposta por Everaldo dos Santos e seus correligionários. Jussalva Mattos enfrenta processo da cassação, mas teria recorrido da decisão, e com respaldo em liminar, continua exercendo seu mandato.

Dúvidas da população: Vereadora poderá exercer, concomitantemente, o mandato de presidente, e o de Comissionada no Porto Pesqueiro de Laguna?

___ Sim, disse-me um leigo, desde que o horário de expediente de ambos os cargos seja compatível.

___ Tenho dúvidas, confidenciou-me um outro. A Lei Orgânica do Município, Subseção II – Impedimentos – preceitua o seguinte: Art.34 – É vedado ao vereador (item II letra “d”).

“Ser titular de mais de um cargo ou mandato público eletivo”.

Pergunta? – Presidência do Legislativo é cargo?

A temporada de caça, pelo jeito, ainda não terminou.

 

NAS BOCAS

Renato “Checo” continua fazendo mandinga. Despacha em todas as encruzilhadas. Reza braba. Acredita que a presidência da Câmara de Laguna acabará caindo no colo do seu chefe, vereador Tono Laureano. Ele é o próximo, na linha de sucessão.

 

MUTIRÕES

Prefeito autorizou a repavimentação de várias ruas em nossa cidade. Equipes terceirizadas atacaram em vários pontos ao mesmo tempo. A avenida São Joaquim está ficando muito boa. Obras mais que necessárias, porém, executadas em plena temporada, sempre causam alguns transtornos. Ratifico minha sugestão: autorizar, em caráter emergencial (durante o verão) a utilização da área defronte às docas, como estacionamento. 

 

CADÊ??

Eram sete palmeirinhas que enfeitavam as docas. Durante a remodelação da área foram arrancadas com a promessa de um retorno rápido. Continuam sumidas.

 

ELAS VOLTARAM

As barraquinhas para a venda de pescado retornaram. Três, apenas. São desmontáveis. Retiradas do local ao final do expediente. Cobertura de lona. Resistirão ao impacto do rebojo?

 

GASTRONOMIA DAS URNAS

O apetite do pessoal da tríplice aliança por cargos é insaciável, diante da voracidade o governador Colombo resolveu recolher o cardápio. De agora em diante, só vai servir, Prato Feito.

 

MULATAS OU MULETAS?

Houve um tempo, em que o conhecido comerciante Sérgio Castro resolveu dar uma de caubói. Comprou um manga-larga e, de bota e espora passou a galopar, diariamente, pelos campos da localidade de Barbacena. Sua vida de Hopallong Cassidy foi efêmera e turbulada. Ao tentar brincar de peão de boiadeiro, caiu do cavalo, literalmente. Meses de gesso e bengala. Vendeu o cavalo.

Nesta semana, vi o Sérgio entrar na Pizzaria Chedão, apoiado em duas muletas. Voltara a trepar em eqüinos? Seus amigos, mui amigos, contaram-me uma história estranha. Num sábado, após o expediente na loja, Sérgio resolveu dar uma passadinha no mercado público, para um bate-papo. Uma refrescante cervejinha vinha mesmo a calhar. Era dia de roda de samba no mercado. Passistas rebolavam com leveza e malícia.

Dizem, que a esposa Ana Lucia ficou surpresa ao ver o marido chegar, mancando e apoiado em duas mulatas. Imediatamente, ela tratou de substituir aqueles “pontos de apoio”. Agora o Sérgio está dando os seus pulinhos, apoiado em duas Muletas.

 

ERA UMA VEZ UM CISNE BRANCO

(Homenagem póstuma ao Duda e Ronei Souza)

Ronei Souza era militar da reserva. Mesmo exercendo outra atividade (professor), fazia questão de demonstrar, publicamente, sua paixão pela Marinha de Guerra do Brasil. Nas solenidades programadas pela Capitania dos Portos, Delegacia de Laguna, era sempre o primeiro a chegar, todo empertigado, exibindo seu impecável uniforme branco. Duda o apelidara de Ronei Cisne Branco. Até sua fé estava diretamente ligada às coisas do mar. Devoto de N.S.dos Navegantes e de São Pedro. Nas procissões, no Magalhães, ele permanecia ao lado do andor, bem próximo dos barquinhos.

Naquele ano os festeiros de Navegantes programaram uma procissão marítima até a Ilha dos Lobos. A aventura atraiu muita gente. Sair barra afora, dar a volta na ilha, mexia com a imaginação das pessoas. Numa versão do Duda, narramos as peripécias do Ronei Cisne Branco naquela romaria naval. Com seu uniforme de gala Ronei subiu a bordo, com pose de Oficial Comandante. Ao perceber que uma multidão já havia ocupado as dependências superiores da embarcação, todos marinheiros de primeira viagem, ele preferiu instalar-se no convés, ao lado da banda, outra de suas paixões.

Inicia-se a viagem sob intenso foguetório. Soltam-se as amarras. O barco desliza pelo canal, e enfia a proa entre os dois molhes. Uma onda mais forte dá-lhes as boas vindas. A nau balança de um lado para outro, antes de navegar em mar aberto. A banda entoa o hino a N.S.dos Navegantes. O mar agita-se. Ondas mais fortes atiram-se contra o casco do barco.A embarcação pula mais que cabrito montês. As devotas nunca rezaram tanto. A galera do andar superior soltava gritinhos de medo e emoção. Alguns já levavam a mão ao estômago, enjoados, mareados. De pé, impassível, Ronei era a imagem do marinheiro experiente, forjado nas lides marítimas. Quem é do mar não enjoa.

Infelizmente, o pessoal do andar de cima, não era do mar, e botou a “carga n`água”. Artilharia pesada. Ronei foi o mais atingido, no que ele tinha de mais precioso – o uniforme da marinha.

___ Que pontaria, o que não caiu dentro da Tuba da Banda jorrou em cima do Ronei.

Duda, atingido de raspão, dava gargalhadas, tirando sarro do amigo que estava mais para Cisne Negro do que para Cisne Branco.

Problemas para o nosso zeloso militar, como desembarcar, diante de todos, com sua farda, humilhantemente, profanada? O bom militar não deve ficar refém dos imprevistos. Sua obrigação é encontrar saídas, honrosas e imediatas. Hora da atracação. Duda, já no píer, ao lado da turma da gozação, aguardava o desembarque do ex-cisne branco, mas ficou frustrado. A Banda começa a deixar o barco. Na terceira fila, logo atrás da moça do trompete e do rapaz do trombone, vinha o Ronei “tocando flauta”.

Na última hora, graças a sua amizade com o maestro, Ronei substituiu um dos músicos, e deixou o barco, como entrou, de uniforme branquinho, imaculado. Como diria a falecida Pandorga, “saiu de banda”...

 

POLÍTICA

 

CHEFIA

Uma das alas do PMDB lagunense acredita, que Antônio dos Santos, presidente do Diretório local e irmão do vereador Everaldo, será o Secretário da 19ª SDR. Vereador Tono Laureano (PMDB) desafeto do confrade Everaldo é amigo dos deputados Mauro Mariani e Ada de Luca não comunga da mesma certeza. Tem candidato.

 

PESCARIA BRAVA

Donga, suplente de vereador, afirma que a eleição para a Prefeitura e Câmara de Pescaria Brava em 2012, será uma verdadeira batalha eleitoral. No primeiro semestre deste ano, partidos deverão eleger seus diretórios no antigo distrito. Segundo Donga, espertinhos vão querer patrocinar a transferência de títulos de eleitores, sem domicílio eleitoral naquele distrito, com a única finalidade de conturbar a primeira eleição de prefeito. Votam, e posteriormente, retornam, ao município eleitoral de origem. Vamos fiscalizar e denunciar ao Juiz eleitoral, as possíveis irregularidades, afirmou Donga. Operação Olho vivo.

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!