26mar16 - Eleições 2016: Partidos ensaiam voo solo na disputa pela prefeitura de Orleans

24/03/2016 15:29

Os pré-candidatos à eleição de outubro, em Orleans, começam a se preparar para suas campanhas que, como de costume, não será fácil pra ninguém. Há previsões em torno de algumas candidaturas, como a do Dr. Jorge Koch (PMDB), assim como a possibilidade natural de uma candidatura à reeleição do atual prefeito Marco Cascaes (PSD). Isso e outros fatores aumentam ainda mais as expectativas sobre quem vai comandar o município no próximo mandato. Nas conversas eleitorais nas esquinas já se ouve também outros nomes como os de empresários e pessoas influentes da cidade, além de outros veteranos na corrida pelas eleições municipais. Só a proximidade do pleito eleitoral irá confirmar os nomes que estarão em outubro disputando o voto do eleitor. Na Câmara de Vereadores de Orleans, em sessão ordinária de segunda-feira (21) os edis já começaram a desenhar seus candidatos ao se manifestarem no Grande Expediente. Valter Orbem disse que seu partido PSD, apoiará a reeleição do Dr. Marco em chapa pura. “A gente vê todos os partidos do município lançando seus candidatos, colocando a disposição os seus nomes, e no município de Orleans o PSD não poderia ser diferente, indicamos o nome por consenso do prefeito Marco que será o nosso candidato a reeleição. E nós temos diversos nomes dentro do partido que poderão vir a compor chapa pura. Dr. Marco inclusive já passou a presidência do partido ao vice Jacinto Redivo, para coordenar as ações”, comentou o líder do governo na Casa. O vereador Antônio Dias André (Geada), falou em nome do seu partido, o PMDB. “Já que o Valter falou do PSD dele, partiu na frente, nós queremos dizer que o PMDB também não pode ficar para trás e já partimos com o Dr. Jorge Koch para a prefeitura. O PMDB também tem o seu candidato”, afirmou. Cristian Berger (Kiki) que na sexta-feira (18), se filiou no Partido Progressista (PP), fez um pronunciamento para seus eleitores. "Eu gostaria de agradecer a todos os meus eleitores. Meu tio, quando tomei essa decisão, disse que, independente do ‘P’, do partido que eu iria, o voto seria meu, e isso eu ouvi também de outras pessoas. Por isso, agradeço. Nesse cenário político de roubalheira, eu tenho muito orgulho de estar nesta Casa e de ser vereador. Hoje não estando mais no PPS assumo compromisso inteiramente com o PP de Orleans. Em 11/02/98 a minha primeira filiação foi no PP, então não vou dizer que sai do PP, vou dizer que voltei para o PP”, ressaltou.  O PP agora passa a contar com três vereadores, Ângela Maria Fenilli Bratti, Osvaldo Cruzetta (Vá) e Kiki Berger. Vá sem citar nomes também disse que seu partido terá candidato a majoritária. “Certamente o PP terá o seu candidato, com coligação ou sem coligação, vamos participar do processo eleitoral”, alertou. O presidente da Casa, Pedro Orbem (PMDB) desejou ao seu colega Kiki Berger sucesso em seu novo partido e pediu para que siga trabalhando em prol do município.   

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!