27fev16 - Tubarão: Ponte pênsil está um perigo

26/02/2016 11:55
Mais de quatro mil pessoas passam diariamente pela ponte pênsil em Tubarão. Moradores preferem usar a ponte por ser mais prática e ter acesso fácil e rápido. A ponte em frente à Unisul, também conhecida como ponte de arame foi construída em 1965, na administração do prefeito Dilney Chaves Cabral. Com a enchente de 1974, a ponte foi destruída pela fúria das águas. Em 1975, foi reconstruída e aí está, até hoje, cansada, desgastada, prestando serviços. O vereador Lucas Esmeraldino (PSDB) cobrou com veemência na última sessão da câmara apontando a péssima conservação da mesma. Reformada há um ano, já está novamente com as telas soltas, madeiras podres e com falta de iluminação, isso depois que a prefeitura fechou a ponte por quase três meses para fazer a reforma que lamentavelmente durou muito pouco. “A reclamação que nos chega é de estudantes que passam por ali diariamente, professores da universidade, pessoas que utilizam a ponte. Um estudante do curso de engenharia, até ironizou a maneira como foi colocado os postes de iluminação, que é um perigo para quem passa por ali, porque os postes balançam e quase caem. As madeiras já estão soltas, cabos arrebentados, então é o dinheiro público sendo gasto de uma maneira ineficaz. O executivo tem que tomar providências urgentes quanto à reforma novamente do local. Aliás, será a segunda reforma em menos de um ano. E mais... a parte de entrada da ponte deveria ser coberta, e até hoje ainda não foi feita a cobertura, quando está chovendo as pessoas se molham, pois elas têm que desarmar o guarda chuva e se encharcam para passar no local”, critica Esmeraldino. 
 
Postes de iluminação que balançam na ponte podem atingir usuários. A reclamação é constante. 
Foto: ECOTV

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!