30abr11 - Orleans: Vereador denuncia prefeitura de não repassar recursos federais para a APAE

29/04/2011 18:14

 O vereador Mário Coan (PSDB), na última sessão da Câmara Municipal de Orleans, realizada na segunda-feira (25) pediu esclarecimentos ao Poder Executivo sobre supostos recursos, na ordem de R$ 60 mil, de origem do governo federal e que deveriam ter sido repassados para a APAE local o que não ocorreu. O tucano ainda pediu informações sobre contratação de serviços médicos do PSF, achando estranho esse tipo de ação por parte da administração municipal, através do prefeito Jacinto Redivo, o “Tinto”. A sessão de segunda-feira foi rápida e tranquila e nenhuma matéria foi apreciada ou aprovada na Ordem do Dia. O destaque ficou por conta do vereador Mário Coan que usou a tribuna para cobrar da municipalidade ações na rua João Adalberto dos Santos, localizada na saída da Orleans Auto Center. “Os moradores me procuraram e estive lá na semana passada e notei que existiam bastante lagoas, em pleno centro da cidade. Está em péssimo estado de conservação. Moradores reclamaram e tem razão para isso. O setor de Obras da prefeitura deveria se preocupar em deixar ela em condições satisfatória de uso já que tinha uma promessa de calçamento e até hoje nem uma coisa e nem outra, nem manutenção, então pediria que isso fosse resolvido. Mas, gostaria de solicitar informação ao líder do governo sobre dois assuntos importantes. Num jornal tem uma publicação de contratação através do Fundo Municipal de Saúde de serviços médicos para atuar no PSF através de dispensa de licitação. Não conheço esse processo para contratação de pessoas. Não sei se existe algum equívoco. Ou é cargo temporário ou concurso que existiu? Gostaria de saber informação sobre esse processo 29/11 porque estranho essa contratação. Mas, o segundo fato é mais grave. Fui cobrado se eu sabia do não repasse pela prefeitura de um convênio federal para a APAE de Orleans. E eu fiquei assustado, pois já temos sob investigação sobre dinheiro federal do PSF que as equipes não existem, e o dinheiro vem do fundo e é gasto. Agora, a APAE, que vive com dificuldades financeiras para sua manutenção e necessitando de ajuda de toda a comunidade. Informação de última hora que a origem foi de que tem mais de R$ 60 mil que a prefeitura recebeu e não repassou para a instituição. E agora parece que tentou parcelamento desse recurso em R$ 1 mil mensais e que vai demorar de quatro a cinco anos para completar o repasse. Isso é grave. Nós aqui estamos sendo feitos de bobo. Da forma que mandam as prestações de contas é impossível saber se os recursos estão sendo aplicados de forma correta”, observou. O vereador Osvaldo Cruzetta (PP), o “Vá”, se mostrou preocupado com a denúncia apresentada. “Deparamo-nos com esse fato grave que está sendo apresentado. Acho justo que convidemos o presidente da APAE para esclarecer os fatos. Se os recursos foram utilizados pela prefeitura é injusto parcelar. Deveria repassar integral. É uma injustiça o que está acontecendo. Deve ser devolvido de imediato”, enfatizou Vá.

Vereador Mário Coan: Mais de R$ 60 mil que a prefeitura recebeu e não repassou para a instituição

Vereador Vá: Convidemos o presidente da APAE para esclarecer os fatos

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!