30abr16 - Capivari de Baixo: Dúvida cruel - Possível irregularidade em projeto e licitação para reforma de creches passou na Casa do Povo

29/04/2016 12:00

Um projeto para reforma de creches e manutenção da Educação no município de Capivari de Baixo no valor de R$ 1.227.000,00 (hum milhão duzentos e vinte e sete mil reais) aproximadamente, deu o que falar na sessão da Câmara de Vereadores de Capivari de Baixo, na assentada de segunda-feira (25). O assunto foi levantado pelo vereador Ismael Martins (Mael). Conforme o edil projeto sem ter sido aprovado pela Casa das Leis do município, já havia uma licitação para saber qual empresa ficaria responsável pelas obras. Além disso, nem os supostos envelopes ainda haviam sidos abertos para averiguação. Segundo o vereador, no momento em que acontecia a licitação (mesmo sem o projeto passar pela câmara), havia três pessoas presentes no ato. Sendo duas representantes de cada empresa e a outra que seria uma funcionária do local. O facebook Capivariense Boladão deu ênfase à matéria e comenta que “o mais intrigante disso é que uma das empresas que ‘disputa’ a licitação das ‘obras’ tem o valor de R$ 469.000,00 (quatrocentos e sessenta e nove mil reais) para receber da prefeitura devido a trabalhos prestados no ano de 2015”, o face estampa ainda a pergunta: “Como uma empresa que não recebeu quase R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) por serviços prestados entra em disputa para assumir outra obra? Ou o dono da ‘empresa’ é muito burro ou não passa de uma ‘empresa’ engajada com trabalhos sociais sem fins lucrativos”, analisa. Depois de muita discussão o projeto entrou em votação e foi aprovado por 5 votos. Os edis que votaram favorável (José Nazareno Corrêa, Arlei da Silva, Manoel da Silva Guimarães (Farinheira), Ailton Bittencourt e Fernando Oliveira da Silva) afirmaram que assim o fizeram para não perder o recurso fornecido. Os votos contrários foram dos vereadores Edison Cardoso Duarte, Elto Aguiar Ramos (Eltinho), Ismael Martins (Mael) e Jean Correa Rodrigues. Nessa sessão estiveram ausentes os vereadores Jonas Machado dos Santos e Arleis Flávio Nunes Ribeiro.

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!