30abr16 - Orleans: Nepotismo - Justiça manda prefeito exonerar três funcionários

29/04/2016 08:14
O prefeito de Orleans, Marco Cascaes (PSD) recebeu prazo de (5) cinco dias para efetuar a exoneração de três secretários municipais. Segundo a juíza de Direito da Comarca de Orleans, Fabiane Alice Müller Heinzen Gerent, as nomeações, caracterizam a prática de nepotismo e solicita que a filha do prefeito, Suzana Hilbert Cascaes Galvane, deixe a função gratificada de Supervisão de Departamento, que o genro Marcelo Galvane seja exonerado do cargo de secretário de Agricultura e Turismo e que o sobrinho do prefeito, Alessandro Hilbert Brighente, deixe a função de Diretor de Departamento.
 
 
Confira a decisão:
“Assim, determino que o item c da decisão de p. 703-711 doravante passe a constar com a seguir redação: c) Defiro em parte a tutela de urgência postulada e, em consequência, determino que o Prefeito Municipal de Orleans, Sr. Marco Antônio Bertoncini Cascaes, promova, no prazo de 5 (cinco) dias, a exoneração de Marcelo Galvane do cargo de Secretário Municipal de Agricultura e Turismo, de Suzana Hilbert Cascaes Galvane da função gratificada de Supervisão de Departamento e de Alessandro Hilbert Brighente do cargo comissionado de Diretor de Departamento, sob pena de multa diária no valor de R$ 500,00 (quinhentos reais) por dia de descumprimento, a recair, pessoalmente, sobre o Prefeito Municipal”.
 
 
Repercussão na Câmara de Vereadores
O vereador João Tezza Francisco (Dão) citou na sessão de segunda-feira (25) que havia uma ordem judicial para tirar os três funcionários da prefeitura. “Deixo aqui o registro para depois eles não falarem que tiraram esses funcionários para economizar, como sempre fazem”, alerta Dão.
 
 
Vereador reitera que não é demissão por economia e sim por nepotismo

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!