Orleans: Moradores do bairro São Jerônimo pedem ajuda na Câmara de Vereadores

18/03/2011 20:43

 

Com o retorno dos trabalhos na Câmara de Vereadores de Orleans, vários assuntos de interesse da comunidade são discutidos e levados a plenária. Na sessão do dia 14, um dos destaques foi o pronunciamento em forma de desabafo do vice-presidente da Associação de Moradores do bairro São Jerônimo, Vanderlei Donizete Batista. O morador enviou ofício ao legislativo pedindo autorização para fazer seu pronunciamento na tribuna. A tônica do seu pronunciamento foi o descaso da administração municipal com o bairro, que é um dos mais carentes do município. Segundo o morador, o bairro foi castigado com as fortes chuvas da última semana e está deixando os moradores em pânico. As águas invadiram as casas, onde muros foram quebrados, as tubulações não deram conta de escoar as águas, há casas que podem desabar a qualquer momento. As chuvas também trouxeram muita areia para as estradas e nada foi feito para resolver o problema. “Sabemos que não podemos lutar contra a natureza, mas podemos nos prevenir com a união do governo municipal e a população. Estamos no abandono. É com muita tristeza que falamos isto. Queremos um tratamento melhor por parte da administração. O bairro precisa urgente de cuidados”, declarou Vanderlei Donizete Batista. Outro descaso relatado pelo vice-presidente da associação do bairro São Jerônimo foi com relação aos brinquedos disponíveis para as crianças brincarem que não oferecem segurança, o asfalto que foi colocado em algumas ruas o mesmo encontram-se com sinais de fragilidade, não há acostamento e nem canaleta para o escoamento das águas. Ele reivindica também a construção de um trevo de acesso ao bairro onde inclusive já morreram pessoas no local. “Se não pagamos os impostos somos cobrados porque o governo não é cobrado porque não faz”, indagou o morador que veio até a tribuna para defender os interesses dos moradores que trabalham para o enriquecimento de Orleans. “Estou neste bairro desde 1986. Muitas coisas foram feitas, mas, faltam outras ações para serem desenvolvidas. Não é de hoje que o São Jerônimo é desprezado pela administração”, frisou Batista. Diante deste relato, alguns vereadores manifestaram-se como foi o caso do vereador Mário Coan que encaminhou o pedido de pronunciamento de Vanderlei para a presidência da Câmara. Coan está ciente dos graves problemas do bairro e quando estava no governo várias pessoas foram retiradas de áreas de risco. “É preciso que ações sejam desenvolvidas no local para não colocar a vida das pessoas em risco. É difícil de entender, muitas pessoas exploraram este local como área imobiliária e hoje não são levadas a responsabilidade. Com esta morosidade fica complicado. O executivo busca recursos, mas é preciso que efetivamente seja aplicado para resolver os graves problemas. Vou deixar minha solidariedade, mas infelizmente não tivemos a sorte de ganhar as eleições e foi por apenas quatro votos que não me elegi. Vai uma crítica aos moradores do São Jerônimo que votaram maciçamente no outro candidato e justamente neste bairro fui derrotado. Acho que as pessoas devem ter a consciência na hora de votar e votar em pessoas que tenham responsabilidade e capacidade em resolver problemas das pessoas. A situação do bairro é conhecida e iniciativas para solucionar estes problemas não estão sendo feitas”, afirmou o vereador Mário Coan. Outro vereador que tomou a palavra foi Pedro Orbem. Ele disse que foi visitar o bairro São Jerônimo e o local foi muito afetado pelas chuvas. “Não é só este bairro que está abandonado pela atual administração. Eles não tem compromisso com o nosso povo. Sabemos que o tempo não está colaborando, mas está deixando a desejar. O povo paga imposto e em troca deve receber melhorias para uma melhor qualidade de vida”, declara Orbem.
Osvaldo Cruzetta cumprimentou Vanderlei pela iniciativa e disse que a Câmara sempre apoiou os projetos para que o prefeito realizasse ações voltadas a área social e atendesse a população o mais rápido possível. “Esta casa não tem o poder de decisão, mas auxilia e indica o executivo para que tome as providências necessárias. Sabemos que muita coisa precisa ser feita no bairro, mas várias ações já foram desenvolvidas no local por várias administrações como a colocação de água tratada, asfalto, entre outras. O que precisa é que outras ações de urgência sejam executadas”, frisa Cruzetta, que inclusive já foi prefeito de Orleans. Foi enviado também a Câmara de Vereadores ofício do projeto de lei que autoriza o poder executivo a celebrar convênio da Fundação Educacional Barriga Verde - Febave para a concessão de bolsas de estudo. O projeto trata da celebração de convênio com a entidade visando a concessão de seis bolsas de estudo integral a alunos matriculados no curso profissionalizante técnico em agropecuária da Escola Profissional Técnica da Colônia de Grão-Pará. Outro ofício solicitando foi à substituição do assessor parlamentar da bancada do Democratas, diretório de Orleans o qual vinha sendo ocupado por Luiz Carminatti. A diretoria executiva do partido indica para exercer o cargo de assessor parlamentar do partido junto a Câmara de Vereadores Edélcio José Marchioro, assim foi solicitada a exoneração de Luiz Carminatti e nomeado para o desempenho da função Edélcio.

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!