Exclusivo: Laguna – Documento desaparece na Câmara e vira caso de Polícia

18/02/2011 21:49

 O cenário político de Laguna é simplesmente vergonhoso e deprimente. E tudo em razão de uma classe política, encrenqueira, que dia após dia levita pela polícia, justiça e escândalos que não acabam mais. Políticos que a rigor têm obrigação de representar o povo, preferem usar o mandato para emporcalhar o Poder Legislativo, a cidade e seu povo. Ontem a tarde (18) mais um escândalo foi protagonizado na atual legislatura, que nesse embalo poderia trocar ou ceder a sede do Poder para um Teatro de Revistas, quiça, aproveitando o largo espaço, uma Casa de Cultura permanente, para a realização de eventos, como a República em Laguna. Mesmo cassada, NEGA continua presidindo a casa e só vai sair, quando baixar de Brasília o que  todos já sabem. Afora a vereadora, ainda presidenta, que luta para sobreviver vereadora, outros membros da edilidade estão envolvidos com a Justiça do Estado, Polícia e Justiça Federal. Fosse sério esse país, como tantos desejam e sonham, a maioria já teria ido pra casa. Diante de tantos escândalos e brigas na Justiça, o que menos eles fazem é lutar por uma cidade melhor. As atribuições de um vereador são muito mais sérias do que essa gente pensa. Ontem à tarde (18), outra Bomba estourou na cidade. Duas funcionarias efetivas da secretaria da Casa do Povo, constataram que havia sumido de dentro de suas salas oficio circular n. 002/11, que se encontrava dentro do livro de protocolo de correspondência dos vereadores em cima da mesa de uma das funcionárias. Num Boletim de Ocorrência registrado por elas, foi dito que na quinta-feira (17), por volta das 19h final do expediente, o livro de protocolos juntamente com os ofícios se encontrava em cima da mesa de uma delas. Afirmaram a autoridade policial, que não sabem a quem atribuir o sumiço. Sem revelar nomes, as funcionárias e a polícia teriam visto a filmagem, e nela, dois vereadores que também estariam com a vida complicada junto a Justiça, teriam entrado sorrateiramente na sala e passam a serem suspeitos. Mas o pior de tudo, é que antes de tomarem conhecimento do B.O., os dois vereadores fizeram um requerimento pedindo abertura de processo disciplinar contra as funcionárias, solicitando inclusive o afastamento de ambas. Eles nem sabiam do que tratava o B.O.. A Polícia deve começar por esta contribuição destes vereadores que agora mais que nunca são suspeitos. Laguna são hoje, conjecturas, suspeitos e um rol de situações vexatórias. 

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!