Laguna: Enquanto Prefeito faz mais uma viagem internacional, moradores cobram abandono de vias públicas pela administração do prefeito Célio Antônio

15/10/2010 18:58

 Inúmeras pessoas residentes em Laguna estão indignadas com o abandono de muitas vias públicas por parte da administração municipal. Um dos exemplos é o calçadão da XV de Novembro, ruas do Centro Histórico, somado a falta de sinalização horizontal, conhecido como faixas de segurança. Fotos que comprovam a indignação da população e o assunto podem ser vistos no blog de Valmir Guedes. Sobre a rua XV de Novembro, que  já foi Rua do Império, depois do Teatro, a partir de 1889, de acordo com Guedes, por conta de alguns estabelecimentos comerciais durante décadas ela foi, pode-se dizer o coração político-cultural-jornalístico da Laguna. “Ali funcionou, em sua ponta, o Teatro Sete de Setembro (por isso seu segundo nome), o Clube Blondin, a primeira Loja Maçônica lagunense, o Cine Palace, o estúdio e palco da Difusora, o Café Tupi, a Miscelânea, a sinuca do Nonô, a Relojoaria Werner, a Pizzaria Chedão, o escritório do advogado Adib Abrahão Massih (ainda atuando), o bar Érica. Bem depois se instalaram a agência do BESC (hoje Banco do Brasil), autoescola, e os restaurantes Pardhal, Casarão e mais recente o Faísca. Pela rua XV de novembro blocos e escolas de samba desfilavam depois das agremiações subirem a conselheiro Jerônimo Coelho e contornarem a Praça Vidal Ramos”, lembrou o blogueiro. Valmir Guedes conta que “foi bem ali, no cruzamento com a Rua Duque de Caxias que o carnaval lagunense começou a mudar, tornando-se eletrônico, com enormes caminhões de som e trios elétricos despejando toneladas de watts aos foliões. Foi denominada a esquina do carnaval lagunense. No governo do prefeito João Gualberto Pereira (1997-2000) a rua XV de novembro foi transformada em calçadão, numa decisão muito contestada à época. Terá sido o melhor local? Lembro que durante muito tempo as obras pararam e com parte do pavimento retirado a via ficou somente na terra, no barro. Poeira e em dias de chuva um lodo só. Por conta disso, em protesto, um movimento de moradores da rua foi organizado e numa manhã de sábado houve jogos de bocha, música, foguetes e churrasco”, observa. Moradores de Laguna, não medem críticas a administração de Célio Antônio e afirmam que,  a rua foi abandonada pelas sucessivas administrações da Laguna e sem manutenção. Há muitos anos virou um péssimo cartão-postal da cidade, exemplo de desleixo, de descuido e de má administração pública. São postes quebrados, todas as luminárias queimadas, bancos podres, vasos quebrados e vazios, plantas secas, nem uma flor, buracos, caixas de fios de energia elétrica e telefone, quebradas, orelhões sem funcionar. Sem falar em eletrodomésticos expostos sem maior fiscalização e cumprimento do Código de Posturas. 

Faixas de Segurança – Na cidade existem vários exemplos da falta de faixas de segurança, na sua maioria apagadas, em vias de grande movimento de veículos, e pedestres, praticamente, um perigo. Muitos motoristas por não perceberem a sinalização não param para a travessia. E são muitos os estudantes que estão correndo sério risco de morte em frente aos estabelecimentos escolares.

Fotos postadas no Blog do Valmir: http://valmirguedes.blog.uol.com.br/

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!