Laguna: Falta de vagas para estacionar no Centro Histórico gera reunião, mas acaba sem solução

02/07/2010 17:51

 Representantes da Acil, CDL, Iphan, prefeitura e guarda municipal de Laguna estiveram reunidos para discutir a questão da falta de vagas para estacionamento de automóveis no Centro Histórico. Muitas queixas foram recebidas de empresários e moradores por conta da cidade não ter locais específicos e alertam que a culpa é do próprio Iphan com a conivência da prefeitura. A obra de afunilamento da avenida Colombo Machado Salles, no treco compreendido entre o Centro Comercial Tordesilhas e a Capitania dos Portos foi apontado como problema crucial para o deslocamento dos veículos.

Entre as queixas de empresários e moradores está a extinção das vagas de estacionamento que haviam ao lado do supermercado Angeloni, no cais ao lado do Mercado Público, no antigo ponto de ônibus (hoje transformado em calçadão e em frente à Capitania dos Portos, além da lateral do Cine Mussi.

No final da reunião foi sugerido que os empresários e trabalhadores do centro deixassem seus carros fora daquele perímetro, mas houve discordâncias. Essa ideia, segundo alguns participantes, já foi utilizada e não deu certo.

“A pior obra desse prefeito foi o afunilamento que fizeram na avenida Colombo Machado Salles, importante ligação para os bairros e a principal via de entrada no centro da cidade. Por ali passam carros e caminhões, sem falar nos ônibus e vários trechos ficaram afunilados. A obra foi mal executada, sem compactação e causa prejuízos aos veículos, onde muitos já ficaram danificados pelos valos existentes no local. Na verdade, aqui ninguém se entende”, reclama o aposentado Valmor Venâncio Custódio.

Também o motorista de cargas, José Fialho Domingos se associa ao coro de lamentações devido ao estado das ruas e avenidas da cidade. "A entrada de Laguna, na Calistrato Muller Salles, a situação não é diferente. Já teve até buraco em cima de lombada. Um absurdo. Essa cidade não tem dono e nem prefeito. Tudo o que o Cadorin fez por Laguna esse fulano aí, está destruindo. E depois ainda diz que ama Laguna", questiona.

De acordo com Valmir Guedes, que possui um blog no município e que traz fotos e sua indignação com o caso, diz que “o Iphan, quando questionado ano passado pela Câmara de Vereadores, admitiu falhas na execução da obra, conforme ofício nº 691, em 23 de junho de 2009, portanto completando um ano ontem sem que providências fossem tomadas. A garantia pela segurança e solidez da obra é de cinco anos. Cabe então ao Iphan juntamente com a prefeitura, exigir da empresa que executou os serviços as medidas necessárias para recuperação do trecho da avenida. Como está é que não pode continuar”, observa o blogueiro.

(laguna 1 – credito Valmir Guedes) Trecho entre o Centro Comercial Tordesilhas e a Capitania dos Portos é problema crucial para o deslocamento de veículos

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!