Laguna: Pescadores reclamam excesso de bambus na Lagoa. Dizem que não existe fiscalização e excesso parece roça de tomates na lagoa

05/11/2010 18:38

 Pescadores artesanais de Laguna estão indignados com o que anda acontecendo na região, especialmente, durante o mandato do prefeito Célio Antônio, onde o Ministro da Pesca, Altamir Gregolin, integra a mesma sigla partidária. Antes das eleições, o representante do governo federal esteve em Laguna para fazer campanha em prol da presidente eleita Dilma Roussef, então candidata, e se viu em maus lençóis, no Clube União Operária, numa discussão com os trabalhadores. A reportagem do Jornal A Critica recebeu e-mail dos pescadores, com destaque ao de Rodrigo Rosa, onde ressalta a importância do balizamento dos pontos de pesca. Dizem que a cada ano os pescadores de Camarão refazem seus pontos colocando em média 100 bambus, aleatoriamente e em círculos sem que haja fiscalização dos órgãos ambientais. “Não estamos questionando a atividade, mas tem alguns pescadores que deixam rastros de bambus que se transformam em poluição visual. Além disso, dificulta a navegação de outros e acaba se transformando em armadilhas para nós”, alerta o pescador. Além de pescador, Rodrigo diz que gosta de esportes náuticos e a utilização excessiva dos bambus prejudica. “Por favor... Ajudem-nos! Somos pescadores e esportistas. Gostaríamos de ter a sensação de estarmos navegando ou pescando, mas não numa roça de tomates. Até mesmo os banhistas correm o risco de serem perfurados por essas estacas de bambus!”, observa. Partidário da sigla da presidente eleita, mas derrotada na região e no estado, o prefeito Célio Antônio, segundo os pescadores não tem se interessado pelo assunto e questionado pelos profissionais e pelos artesões na atividade. Gregolin preferiu não se manifestar.

Lagoa Santo Antônio dos Anjos em Laguna

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!