Orleans: Prefeito Tinto vai à Câmara de Vereadores e recebe saraivada de críticas dos vereadores

11/06/2010 19:34

A sessão da Câmara de Vereadores de Orleans da última segunda-feira (07) poderia correr normalmente não fosse a visita do prefeito Jacinto Redivo, o “Tinto”, situação em que a oposição aproveitou para disparar uma série de críticas contra a administração. Promessas não cumpridas e as queixas de descaso e abandono de muitas localidades foram parte das cobranças dos edis que pedem providências imediatas do governo municipal. Na oportunidade tomaram posse os suplentes de vereadores Luiz Fernandes (PP) e Edson Comeli (DEM), que substituem Clésio de Oliveira Souza e Márcio Luiz Tezza, respectivamente. Também professores da Unibave compareceram na Tribuna Livre para fazer a explanação dos cursos que a instituição promove. A noite não foi muito festiva para o prefeito Tinto, durante a última sessão da Câmara. Pelo contrário. A insatisfação dos vereadores pelo estado em que se encontram várias estradas e indicações não aceitas pela administração foi o que gerou a revolta e a cobrança por melhorias no interior do município que, segundo eles, se encontra em abandono. O primeiro a fazer cobrança ao prefeito foi o vereador Antonio Dias André, o “Geada”. “Tenho feito muitas indicações para comunidade de Pindotiba e o prefeito não atende. Foi solicitado um médico geriatra, recursos para otimizar o grupo de idosos e para a creche. Nós vereadores estamos cumprindo com nossas atribuições e não estamos obtendo respostas”, observou. A vereadora Suzelei Brighenti Padilha, a “Lela” e a presidente daquela Casa Legislativa, Berenice Terezinha Bernardo Durante, a “Nice”, corroboraram com as palavras de Geada e disse que é testemunha dos insistentes pedidos que ele tem feito e que não deixa de procurar fazer as cobranças e indicações para melhorias no distrito de Pindotiba. “Neste um ano e cinco meses que estamos nesta mandato, sou testemunha que o senhor brigou, pediu e implorou por Pindotiba e todos sabem disso. Não podemos deixar de fazer justiça. Estivemos juntos com a presidente Nice na creche e vimos que precisava de ampliação. Quem sabe agora com a entrada do Edinho os problemas podem começar a ser solucionados e sermos ouvidos. Nós estamos querendo, acima de tudo, e cumprir nosso papel e mesmo sendo oposição não temos qualquer interesse em travar nada da administração”, enfatizou Lela.
Críticas contundentes - No rol das reclamações também Osvaldo Cruzetta, o “Vá”, também se manifestou. “O Edinho disse que tem alguns compromissos a ser saldados com distrito Pindotiba, mas tem outras comunidades que estão sofrendo. O vereador Luizinho é testemunha do impasse na coloninha, como a pavimentação da rua e sem posição do governo. A creche que está para ser construída desde época do Valmir, por causa terreno, esta sendo levada para Nova Orleans. Desculpas de falta de recurso não dá mais para aceitar. Na questão das estradas, está na hora do prefeito e equipe ir para as rádios dar uma satisfação e solução. Em Rio Pinheiros nunca na história a estrada esteve na situação calamitosa como se encontra agora. Prefeito, está na hora de assumir a responsabilidade e não deixar para fazer as coisas quando der. Pagamos impostos é para receber obras. O prefeito disse que ia dar um choque de gestão e conseguiu. O povo ta ai chocado”, ironizou. Na sequência, em tom de brincadeira, mas em desabafo, Geada também disse que Pindotiba é um paraíso. “Pára isso um dia e pára isso no outro. Está quase acabada”, ressaltou.
 

Suplente de vereador  - Luiz Fernandes (PP)

 

Suplente de vereador - Edson Comeli (DEM)

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!