Relator da CPI da Saúde de Orleans diz que não enquadrar a Unibave é ilegal, mas não imoral

08/10/2010 15:48

 Indignado com a matéria publicada no Jornal A Crítica na edição do último final de semana, o relator da CPI da Saúde que apurou supostas irregularidades na Secretaria Municipal de Saúde, o vereador Mário Coan disparou farpas à imprensa. Assumindo que a situação poderia ser ilegal, mas que não era imoral, afirmou estar confortável com sua decisão em não envolver a instituição, pelo fato da Unibave ser destaque no desenvolvimento da região. A vereadora Suzelei Brighenti Padilha, a "Lela", uma vez que sua foto foi publicada, assumiu seu posicionamento na sessão onde questionou a atitude de Coan.

"Quero manifestar a minha indignação com as notícias publicadas pelo Jornal A Crítica, a respeito do relatório da CPI. Não preciso que ninguém coloque palavras na minha boca. Não somos levianos em indiciar quem quer que seja sem documento hábil. Se alguém tem coisa melhor que apresente na comissão processante. Quando citei que não havia documentos sobre a despesa de R$ 5.130,00 da Unibave é porque não tinham documentos e sem ele a denúncia é vazia. Se a Nice disse que o Arcângelo mandava e desmandava na Secretaria, o problema é de quem recebia as ordens", observou. Coan frisou ainda que é professor da Unibave, mas que não depende desse ganho para viver. Está lá porque gosta. "Não dependo desse ganho, mas do ponto de vista pessoal é gratificante. É irrelevante isso", assinalou.

A vereadora Lela manteve suas palavras e disse que quando iniciou a CPI confiava na transparência e que havia falado isso para o relator. "Foi o que mais questionamos ao vereador. Conversamos sobre a seriedade e a total transparência. O fato do vereador ser professor da Unibave não impede a transparência. Acreditei em ti e ainda acredito. Mas, o fato de justificar a ausência de notas, bastava ir atrás delas", disse Suzelei Padilha.

Vereadora Lela confiava na transparência da CPI

Vereador Mário Coan disse estar confortável com a decisão de  não envolver a Unibave, onde atua como professor

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!