Sinte reage em carta aberta ao anuncio do governo em descontar dias parados

15/06/2011 11:15

 O governador Raimundo Colombo disse que poderá entrar com pedido de ilegalidade da greve dos professores estaduais e determinou o desconto dos dias parados. Em sua manifestação, Colombo assegurou que não poderá avançar mais do que já foi oferecido e que os descontos dos dias parados será apenas para cumprir e lei. Hoje é o 26º dia de greve dos professores da rede pública estadual. Para aumentar o impasse, o governador Raimundo Colombo pode viajar hoje (15) para a posse da ministra Ideli Salvatti na Secretaria Especial de Relações Institucional, em Brasília. Com isso, ficarão canceladas as reuniões com os deputados da base aliada e com os secretários. Amparado pela base aliada o governador explicou que o governo chegou ao seu limite, com a concessão de R$ 22 milhões à categoria, R$ 2 milhões a mais do que o limite que havia determinado. O Sinte por sua vez pretende ir a Alesc pedir apoio aos deputados. Eles apostam que através deste expediente possam forçar o governo a reabrir as negociações.

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!