Tubarão MP investiga atos de diretor de escola

14/06/2011 11:35

 A suspeita de que a Escola Martinho Alves dos Santos, localizada no Bairro São Martinho, em Tubarão, pertencente à rede estadual de ensino, estaria usando estudantes como mão de obra em serviços gerais levou o Ministério Público Estadual e do Governo do Estado. Foram gravadas imagens produzidas por alunos da escola e encaminhada como denúncia. Essas imagens foram divulgadas nesta semana no Bom dia Santa Catarina na RBS TV.

No vídeo que chegou ao Ministério Público, crianças do segundo ano do ensino fundamental daquele estabelecimento de ensino aparecem carregando tijolos e telhas. Também está sendo investigada pelo MP a denúncia de alguns pais sobre a cobrança de taxas de contribuição e que são registradas em uma caderneta. O diretor, José Thiesen, alega que as denúncias são infundadas, pois o que aconteceu foi uma ajuda dos alunos em um mutirão de limpeza na escola, justificando que os alunos gostam de ajudar na escola e de deixar o meio ambiente limpo. “Sobre a cobrança das contribuições, esse o pagamento não é obrigatório, conforme um acordo realizado entre os pais e a Associação de Pais e Professores (APP) da escola”, explicou.

O secretário regional de Desenvolvimento de Tubarão, Haroldo Silla, o “Dura”, informou que qualquer cobrança é considerada irregular e que vai tomar providências imediatas em relação ao caso.

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!